Tardes no Havaí

Segunda-feira, 19 de Setembro de 2011

Bom meninas me xamo Manu e venho akie a pedido da Duda.... Ela mando pedir desculpas a todas vcs e disse tbm que em breve ele voltara as escrever os capítulos dessa fic.... Bom vcs ñ devem estar entendo o pq deu estar vindo akie e ñ ela...mas entao vou explicar...ela tem uma doença grave... q é de família...hj ela ta internada e já faz um poko mais de 2 meses.... ela estava escrevendo a historia enquanto ela ta no hospital só que o seu problema agravou ee o medicou cortou o uso do notbook...aah escola ela não ta freqüentando a um tempo...estou levando a matéria pra ela no hospital...sou sua BFF contamos tudo uma pra outra estou visitando ela direto...e vou confessar pra vcs q estou com medo de perder minha amiga...ela nunk fikou tanto tempo internada o maximo que ela fikva era 1 semana...entao peço a compreensão de vcs ...e pesso tbm q rezem por ela...MAS SIM EU ACREDITO NA SUA RECUPERAÇÃO..ela vai melhorar se Deus quiser... Bom as desculpas estão pedidass ....bjos a todas vcs..

publicado por historiasdadudazanessa às 20:24
 O que é? |

Sábado, 13 de Agosto de 2011
...

Bom meninas desculpe a demora mas é que como começou as aulas andei meio sem tempo mas agora to aqui de volta !obrigada pelos comentarios e o problema da Van é dificuldade que ela passou com a mãe!então ela pensa bem com o cara que vai se relacionar!mas isso a historia vai relatar!

 

 

 

Capitulo 07

 

A praia estava repleta de guarda sois ,que ofereciam sombra e proteção aos que desejam fugir dos fortes raios de sol.Vane se permitiu a apreciar o cenário paradisíaco,e quase não conseguiu acreditar que tamanha beleza fosse real.

Extasiada,Vanessa tirou a sida de praia e se sentou na areia fofa e quente.

--Este lugar é mesmo uma dádiva da natureza -- murmurou fascinada. –Só de olhar para esta vista maravilhosa já me sinto tranqüila e relaxada...

--É por este motivo que tantas pessoas escolhem o Havaí para passar as férias—Zac afirmou,deitando-se de costas na areia,e e fechando os expressivos olhos azuis

Vanessa o observou.O corpo atlético e virili estava a centímetros do seu ,e parecis ainda mais atraente do que quando o conhecera,na noite anterior.

Vane desviou os olhos do homem alto e loiro,surpresa com o intenso desejo que sentiu aflorar em seu peito.Cerrando os punhos,lutou contra o impulso que quase a levou a acariciar o tórax.

Se permitisse que seus pensamentos continuassem a andar pelos caminhos da sensualidade,concerteza acabaria enlouquecendo,ou traindo todos os seus princípios!pensou ela,começando a se desesperar.

--Esta de férias aqui  no Havaí,Zac?—perguntou anciosapor encontrar outro tema com que ocupar sua mente.

--Pode se dizer que sim—ele murmurou enigmático.

--E onde esta hospedado, no La morada?—arriscou,mesmo sabendo que era quase impossivelque Zac estivesse hospedado numa das elegantes suítes duplex.

Por um instante,ele a fitou.

--Não estou em La Morada—respondeu,depois de algum tempo.—Aquele hotel tem umas diárias mais caras de toda a cidade,sabia!?

--Onde se ospeda então?—Vane insistiu.

--Em minha barraca—ele informou,dando ombros.—conheço um ótimo camping no alto da colina,e sempre que venho ao Havai me instalo lá.

Será que Zac tinha uma situação financeira tão difícil que não podia,nem ao menos,pagar por um quarto num dos hotéis mais baratos!?questionou-se VANE CONFUSA.

--Como veio parar aqui no Havaí?—quis saber em seguida,disposta a descobriri tudo oque pudesse sobre o enigmatico  texano loiro que ,sem pedir licença,tinha invadido sua vida.

--Oque é isto?Um questionário?

--Não,não é!Apenas estou curiosa a seu respeito.Não é todo dia costumo sair com um quase desconhecido—declarou muito seria.

--Otimo!—ele axclamou sarcástico.—Aposto que em seguida irá me perguntar se sou casado!

 --E você é?—questionou disfarçando sua ansiedade

--Sou oque?

--Casado ora.

Ele negou com um movimento de cabeça,e em seus lábios formou um sorrizo divertido,mas diga-se de passagem encantador.

--E você,Vanessa Hudgens,tem algum compromisso sério?—Zac retribuiu a pergunta .

--Não,não tenho—ela sussurrou , fingindo observar as ondas que beijavam a praia.Nunca havia existido alguém importante em sua vida.Não tinha tempo para romances casuais.Precisava cuidar do destino e garantir que o futuro não a pegasse desprevenida.

Vanessa sempre julgara que só depois que tivesse conquistado uma carreira solida e lucrativa, e também poupado também bastante dinheiro,poderia se dar ao luxo de encontrar um homem a quem pudesse amar e que também amasse e protegesse das dificuldades da vida.

Inesperadamente,como se pressentisse a batlha de que ela travava consigo mesma,Zac acariciou seu ombro.

Vane estremeceu ante ao toque sensual.Incapaz de controlar sua própria vontade,ela quase levou as mãos ao tórax másculo e bronzeado.

O sol atingiu seu ápice no céu azulado e, embora a temperatura do dia estivesse perto dos quarenta graus,Vanessa tinha consciência de que o calor que percorria suas veias era muito ,muito maio.O coração batia alucinado,e um desejo ensandecedor se espalhava por seus órgãos mais feminos.

--QUER JANTAR COMIGO ESTA NOITE?—A vóz máscula a trouxe de volta a realidade.

 

 

Continua...

publicado por historiasdadudazanessa às 00:08
 O que é? |

Quarta-feira, 20 de Julho de 2011

Obrigada pelo comentário!!e desculpe a demora!bjo bjo! =D

 

 

Capitulo 06

 

--Só estou te olhando assim porque não consigo perceber que alguém possa sair andando desta maneira!—teimou em disfarçar,Vane.Oque poderia dizer?que  a atraía como um imã gigante?

--Ora minha cara,de uma olhadinha ao seu redor e verá que por aqui todo mundo se veste desta forma.Estamos numa praia,e alem do mais aqui é muito quente.

Este era o problema!Vanessa pensou.Como se não bastasse o clima abafado,ainda tinha aquele forte calor que incendiava seu corpo,apenas por ter o homem alto e loiro a seu lado.

--Tenho a certeza que veio a cidade para comprar roupas mais adequadas,não é?—ele questionou a segurando pelo braço—Pois eu conheço alguns lugares que pode encontrar tudo o que precisa,por um preço bem acessível.

--Vanessa o observou ,porem não foi capaz de se libertar daquele contato que fazia com que seu sangue fervesse em suas veias.

‘’Pare com isso Vanessa Hudgens!Não pode se dar ao luxo de se apaixonar por um belo Adônis,cujo trabalho e situação você desconhece!Lembre-se da jura que fez a sua mãe!’’

Repreendeu-se ela,conforme era arrastada para o interior de uma loja,toda decorada com tons de laranja e uva.

--Bom dia senhorita,posso ajudar?—ofereceu-se a vendedora.

--Gostaríamos de ver alguns trajes de banho e roupas adequadas ao clima—Seu acompanhante se apressou a responder por ela.

Vane sentiu uma onda de indignação invadi-la quando seu misterioso amigo começou a separar alguns biquínis.

--Experimente este!—ele ordenou—A cor vai ficar bem em você.

Um minúsculo biquíni Pink foi entregue em suas mãos.

--Vai ficar pequeno demais em mim!— Vane protestou.

--Por acaso viu algum maior que este?-- Os olhos azuis brilharam divertidos.

--Não mais talvez possamos dar uma olhada em outra loja e...

--Nunca conheci uma mulher que parecesse tão formal quanto você!Agora vamos,vá experimentar.

Antes que pudesse reagir Vanessa estava sendo empurrada para para o provador e,não tendo outra escolha,acabou vestindo o minúsculo biquíni.Como seu acompanhante havia dito,o traje de banho ficou perfeito em seu corpo.

--Perfeito—soou a voz aveludada assim que a cortina foi aberta sem antes avisá-la.

O sangue fervilhou nas veias de Vanessa,e ela teve vontade de gritar que não gostava de ser assediada daquela maneira.Contudo,a única coisa que era capaz de fazer era tremer diante do olhar de desejo que viu naquele rosto anguloso.

Depois de experimentar uma sida de banho,Vane decidiu usar a roupa para ir até a praia.Na hora de pagar pelo que comprara foi seu acompanhante que negociou,com a vendedora.

--Como sabe falar as gírias deles tão bem?— indagou ela,assim que se dirigiam a praia.

--Lembre-se sou do Texas,mas,sempre tive amigos dos dois lados.

--E oque você faz para viver?-- Perguntou Vane não contendo sua curiosidade.

--Sou vaqueiro,ou cowboy,como se dizem alguns.

O desapontamento estampou-se no rosto de Vane.Ainda tinha esperanças de que ele lhe revelasse que tinha outra profissão,porem não foi oque aconteceu.

--Seu rosto é muito expressivo ,Vanessa Hudgens—ele murmurou divertido.

--Como sabe meu nome se eu nem ao menos sei o seu!?—espantou-se Vanessa.

--Zac Efron,senhorita,a seu inteiro dispor.—As palavras formais foram acompanhadas de uma cômica gargalhada.

Vanessa observou o sorriso ombeteiro que se formou nos lábios de Zac e,teve o forte pressentimento de que Zac Efron era a surpresa que o Havaí lhe reservava.

Só esperava ser capaz de resistir á tentação do desejo...

 

 

Continua.. 

publicado por historiasdadudazanessa às 23:35
 O que é? |

Terça-feira, 19 de Julho de 2011

Bom obrigada pelo comentario!E aqui vai mais um capitulo!bjo bjo

 

Capituloo 05  

 

Na manha seguinte, Vanessa acordou cedo e de bom humor.Afinal estava nas terras ensoloradas do romântico e caliente Havaí.Não era todo dia que tinha a oportunidade de começar um trabalho num local tão paradisíaco!

Ao caminhar pela sacada,os olhos castanhos,quase sem querer,se voltaram para o portão,onde  na noite anterior,surgira um homem loiro.E logicamente ficou desapontada por ele não esta ali,e também porque não havia nenhum indicio de que alguém houvesse invadido a privacidade da suíte 16.Será que tinha sonhado com a visita sedutora!?

Após ter observado muito Vanessa chegou a conclusão que não havia nenhuma trilha,ou caminho evidente por onde o estranho tivesse livre acesso ao La morada .Sem sombra de duvida ele deveria ter usado a entrada de hospedes, ou mesmo de serviços.Portanto,alguém do hotel deveria conhece-lo.

Levando a mão ao pulso ,lembrou que o misterioso visitantea tinha tocado com intimidade,e não pode conter o leve tremor que percorreu seu corpo.

--Vanessa,Vanessa.Não seja tão sonhadora e vulnerável!—murmurou para ela mesma.

 

Logo depois foi tomar um pequeno almoço e o som de uma portaque se abria chamou sua atenção,e,voltou a olhar para em direção ao quarto de Ashley .

--Bom dia Vane—comprimentou a Sr Tisdale –Dormiu bem?

--Sim,obrigada—respondeu apreciando o brilho que viu surgir no fundo dos olhos de sua chefe.

Ashley Tisdale deveria estar na casa dos ciquenta anos,mas por uma generosidade do tempo  continuava tão bela e sedutora quanto uma mulher de trinta.

--Sabe toda vez que chego a um lugar diferente demoro uma semana ate conseguir dormir bem—confidenciou a escritora –Accho que deve ser o travesseiro,os lençóis sei lá o que.Mas aqui é diferente.Sempre escolha essa cidade para iniciar uma nova obra.Me da sorte.

--Já se hospedou aqui antes?

--Sim diversas vezes—Ashley respondeu,sorridente—É um dos melhores hotéis da cidade.

--Defato este café da manha esta delicioso –Vane reconheceu—Quando acordei já haviam servido e por incrível que pareça ainda esta quentinho.

--Fui eu quem pedi para que fosse servido as 8—falou a escritora—Sempre gostei de tomar o desjejum aqui .É tão farto e natural!Bem diferente daquele monte de frituras e cereais que consumimos nos Estados Unidos,não concorda?

--Claro!

Vane assentiu,observando a chefe pelo canto dos olhos.

--VOU ate o centro da cidade resolver alguns problemas pendentes,agora pela manhã.Gostaria de ir comigo?—Perguntou a mulher de cabelos loiros.

--Se não for encomodo gostaria sim—Vane respondeu sorrindo.

--Claro que não é incomodo,meu bem.Alem de que,pelo que pude notar,você deve estar precisando comprar alguns shorts e roupas mais leves para o clima quente desta terra.

Vane assentiu.As roupas mais leves que trouxera aquelas que vestia    e,se em plena oito horas da manha já estava se sentindo derreter,imagine como não seria ao cair da tarde!

Assim que terminaram o café,Ashley alugou um dos jipes azul e branco do hotel e foram para o centro da cidade.Assim que chegaram ao seu destino,ela estacionou o carro numa praça e sorriu.

--Adoro o Havaí é um lugar explendido!—exclamou indicando que deveriam descer—Agora minha querida ficara por sua própria cnta que tenho que resolver um assunto importante.Mas a uma hora em ponto nos encontraremos para almoçar.Certo?

--Combinado.—Vane viu sua chefe desaparecer meio a multidão,e resolveu que deveria fazer o mesmo.Afinal as lojas estavam cheias e quanto mais demorasse maior seria o fluxo no comercio.

Tinha algumas economias que pretendia usar para comprar as roupas, porém era seu habito pesquisar bastante antes de comprar. Afinal não tinha intenção de gastar muito, e se encontrasse artigos em promoção seria ótimo. A vida havia lhe ensinado  que sempre se deve estar preparada para situações difíceis e imprevistas.

Olhando ao redor,Vanessa percebeu que ao lado da praça tinha um calçadão,onde parecia haver todo tipo de lojas e confecções .Iniciando sua caminhada,ela observou as pessoas .

Vanessa sorriu ao pensar na diferença que havia entre os havaianos comunicativos e os discretos e formais comerciantes de sua cidade natal,Los Angeles.

De repente,sentiu que, comparada aos demais estava excessivamente vestida.

--Assim que fazer compras vai se parecer com a multidão—soou uma voz a suas costas.

Vane se voltou e lá estava ele,seu visitante misterioso da noite anterior.As faces loiras e angulosas agora estava livre da barba,e a pele parecia lisa e macia como a de um bebê.

Vanessa o encarou por um momento que parecia uma eternidade,e indo contra todos os seus princípios ,se perguntou como se sentiria se a boca máscula se apossase da sua.

Um largo sorriso brotou nos lábios do misterioso texano,e ela corou ao pressentir que seus pensamentos haviam sido traídos pela expressão de seu semblante.

--Tambem gosto de olhar para você—ele murmurou a deixando sem graça.

Mas eu não disse nada!—exclamou incrédula.

--Não precisa dizer,seus incríveis olhos castanhos parecem vasculhar cada ponto de meu corpo.

 

 

Continua...

publicado por historiasdadudazanessa às 23:41
 O que é? |

Domingo, 17 de Julho de 2011

Bom gente desculpe pela demora mas é que estava em época de escola só fazendo provas e só nesta sexta feira que consegui ferias entao vou postar todos os dia durante duas semanas se conseguir!!!Obrigada pelos comentarios mas ao desenvolver da historia vao entender um poco mais sobre esse homem alto e loiro!ai vai o capitulo!

 

 

 

 

Capitulo 04

 

Respirando fundo ,ela retornou ao local onde o semideus loiro aguardava impassível.

--Vai embora,senhor! Não gostaria de vê-lo sendo retirado a força.

Sem responder a ameaça,ele a pegou pela mão,conduzindo-a até a mureta da sacada.

--Esta vendo aquelas luzes á sua direita?—perguntou,apontando para o mar—Ali aportam os navios que estão em cruzeiro pelo mundoe,e ocasionalmente,eles fazem festas permitindo acesso de visitantes.

Onde ele pretendia chegar?!,questionou-se Vanessa,arqueando as sobrancelhas.

--Se quiser podemos ir danças no Constelação,aquele navio com letras bem grande lá longe.Amanhã esta bem pra você?

--Não!-Vanessa exclamou apressada.Porque sua voz estava tão ofegante?E qual seria a causa daquele nó que lhe fechava a garganta,impedindo-a  de respirar com naturalidade?—Não creio que seja uma boa idéia - completou secamente.

--Pois eu penso o contrario—revidou ele,não se deixando intimidar  pela negativa—acho que devemos nos conhecer melhor.E portanto ,podemos fazer as duas coisas ao mesmo tempo :apreciar ao cenário e dançar musicas românticas.

--Ouça senhor,estou aqui a trabalho.Não para ficar passeando de um lado para o outro,ou me envolvendo com os nati...—interrompeu oque estava dizendo com medo de parecer preconceituosa.

Para sua surpresa,uma sonora gargalhada ecoou pela sacada.

--Não pretende se envolver com os nativos heim?!—ele repetiu divertido—Mas,para sua informação,minha cara não sou havaiano.

--Não?!—Vanessa repetiu surpresa.

--Não na verdade sou texano.Ainda assim,já estive no Havaí varias vezes e posso mostrar as belezas do local.

Vanessa ficou a observá-lo atentamente.Claro,o inglês dele era fluente demais para um estrangeiro.E havia também aquela masculinidade que tinha o corpo dele.Parecia mesmo um cowboy.Mas será que as feições pertencia a um simples vaqueiro do Oeste!?

--Não importa qual seja sua origem—falou—Estou aqui para trabalhar e não para ficar zanzando por ai!

--Não podemos do trabalho o centro da nossa existência querida—filosofou o atraente texano.—Existem outros valores que devem ser levados em consideração.

Vanessa o fitou pensativa.

No entanto,antes que pudesse dizer qualquer coisa,ele levou os dedos aos lábios e,começando a se afastar,soprou um beijo em sua direção,antes de murmurar:

--Vá para seu quarto,e tranque bem a porta.Os lobos podem atacar quando menos se espera.

--Lobos?—repetiu atordoada.

Ele deu ombros.

--Sim existem várias espécies de lobos em todos os lugares...

--Você deve saber bem oque diz...—sussurou Vanessa,considerando que aquele homem alto e loiro era tão perigoso quanto um daqueles animais que referiu.

Da mesma forma sorrateira como havia surgido,ele desapareceu nas sombras da noite.Com um longo suspiro,Vanessa  deu as costas e fechou a porta atrás de si.Ao trocar de roupa se perguntou se voltaria a vê-lo.

--Claro que não!Deixe de bobagens,Vanessa Hudgens !--Falou consigo mesma.Não podia se dar ao luxo de se deixar envolver aquela altura de sua vida.Tinha conseguido um excelente emprego e pretendia mante-lo ,custasse oque custasse.

O trabalho como secretaria particular de Ashley Tisdale tinha caído do céu,depois de ter perdido seu cargo numa grande empresa que faliu.E sendo sozinha no mundo,Vanessa não podia se permitir ficar novamente desmpregada.

Pretendia ser a melhor auxiliar que a escritora já tivera e para isso estava disposta a sacrificar ate mesmo sua vida pessoal.Afinal durante toda sua infância ficou na terrível miséria,e havia jurado a sua mãe que iria conseguir uma vida melhor.

No entanto quando fecou os olhos foi embalada pelo sono.Vanessa não lembrou de nenhum juramento,mas de sagazes e expressivos olhos azulados que a fitava com desejo...

 

 

 

 

Continua...

 

publicado por historiasdadudazanessa às 02:33
 O que é? |

Sábado, 02 de Julho de 2011

Ei gente antes do post queria dizera você Margarida que oque ele foi fazer lá no quarto de Vanessa só vai ser revelado no ultimo capitulo!!rs

Desculpem a demora mais ai ta o capitulo!!

 

 

 

 

 

--Obrigada,senhor,mas já planejei o que pretendo fazer nesta minha temporada aqui no Havai.Não preciso de guias agora,por favor,espere vou te dar a gorjeta—ofereceu anciosa para vê-lo longe dali

--tem certeza que não precisara de um guia!?ele insistiu,fingindo não ter ouvido a gorjeta—Sem sombra de duvida a senhorita deve ficar linda num biquíni!E por acaso conheço uma praia onde a beleza é perfeita com a sua.

Agora ele já tinha ido longe de mais!decidiu Vanessa

--Escute aqui senhor,como já te disse antes,este é uma sacada privada,e,se não sair imediatamente ,vou chamar os seguranças do hotel!

Com passos rápidos,ela tentou driblar a figura alta  e musculosa.Precisa chamar Ashley ,ou  então ligar para a telefonista.Contudo,dedos longos e fortes a prenderam seu pulso a impedindo de andar.

Foi como um corrente elétrica os percorresse e Vanessa ficou ainda mais assustada com reação desencadeada pelo simples contato.

--oque deseja?perguntou com medo.

--apenas ajudar adorável senhorita—murmurou com cinismo.

Vanessa arregalou os olhos perplexa e indignada.Ela não era e nunca foi adorável!,insistiu o seu bom senso.Era apenas uma garota comum,sem grandes atrativos.Não que fosse feia,mas sabia que ninguém poderia considerá-la um protótipo de beleza e perfeição.

Seus cabelos castanhos quase preto caim em ondas suaves sobre os ombros,a boca e o nariz se adequavam ao rosto dela.Quanto ao corpo,era bem proporcionado ,.Assim Vanessa Hudgens se considerava uma mulher comum.Mas porque aquele homem teimava em xama-la de adorável!?

--Vou lhe dar a gorjeta e por favor vá embora!—falou com raiva.

--Esta me insultando pequena.Procuro ser gentil e me proponho mostrar o Havai,e você me oferece dinheiro?—falou com uma certa careta—Se fosse pedir algum tipo de pagamento não seria em dinheiro!

Instantaneamente Vanessa,soube qual o tipo de ressarcimento que ele esperava.O coração deu um salto dentro de seu peitoe não pode impedir sua imaginação de criar uma cena onde se deixava amar pelo corpo sensual e loiro.

‘’Está enlouquecendo Vanessa!?Nem ao menos o conhece e já se permite fazer fantasias eróticas !?””,repreendeu-se em seu pensamento.

Com um gesto rápido se desvencilhou das garras de aço e correu em direção ao quarto de Ashley .Estavas prestes a bater na porta,quando se lembrou que um dos motivos pelo qual foi contratada era que a a Tisdale precisava de alguem para a proteger dos fãs importunos.

Sua chefe era uma escritora famosa e ,muitas pessoas usavam artifícios para se aproximar dela.Como secretaria particular de Ashley Tisdale de protegê-la .E quem sabe este não fosse o caso agora?

 

 

 

 

 

Continua....

publicado por historiasdadudazanessa às 03:54
 O que é? |

Sábado, 25 de Junho de 2011

Gente queria agradecer a vcs Evelly e Margarida Oliveira por me incentivarem a escrever pq atraves dos comentarios irei saber c devo continuar ou ñ!!bjooss obg

 

 

CAPITULO 02

 

 

 

 

 

 

 

--Se ñ trabalha no hotel,o que faz em meus aposentos?—precisava tira-lo dali ,ñ gostava nem um pouco das estranhas sensações q ele lhe provocava.

--Neste exato momento,estou olhando para vc moça—ele murmurou sorrindo de maneira provocante.

Vanessa franziu a testa diante do homem sensual daquela voz aveludada.No momento deu alguns passosá frete a fim de observa-lo melhor.Apesar dos olhos azulados brilharem cheios de vida,as atraentes feições loiras se notavam um certo cansaço

--Vai ficar nesta suíte?—voltar a falar a voz profunda

Vanessa assentiu que sim.

--Pois então lhe trouxe algumas toalhas.

Por um instante ficou indecisa .As toalhas de fato pareciam ser do hotel,eram brancas e azuis e tinha os símbolos do La Morada.Entretanto,se ele mesmo afirmava ñ ser um funcionário do hotel por que as teria trazido?

--Obrigada pelas toalhas—Vaness agradeceu—E boa noite!

Um largo sorriso se formou nos lábios daquele homem a sua frente.

--Quer q eu vá embora bem depressa ñ é msm?!—a voz vibrante se notava um certo divertimeto,porem o corpo loiro parecia interessado em faze-la cativa de sua sensualidade.

Vanessa ficou preocupada por mais que ele fosse bonito e musculoso que o estanho fosse, não afastava a idéia de que ele fosse um ladrão,afinal q motivo teria o levado ate ali!?

--É melhor que se vá meu senhor

--Esta é primeira vez que vem ao Havai,não é mesmo?—ele disse ignorando o comentário dela.

--É sim, mas isto não vem ao caso.Gostaria de lembra-lo de que esta é uma sacada privada,portanto não pode ir entrando sem permissão!!

--Senhorita,aqui estou eu para lhe dar boas vindas este pais ensolarado ,e tudo oque parece interessa-la é minha partida!que ingratidão!

Vanessa não teve duvidas que ali tinha uma ponta de ironia no seu comentário.

--Posso lhe mostrar as atrações do Havai—ele prosseguiu—ou então guia-la ate os pontos turísticos que dsejar conhecer.—intencionalmente ,fez uma pausa antes de usar um tom provocante:--posso também preencher seus dias com emoções e paisagens indescritíveis,e suas noites com adoráveis momentos que irão fazer parte de suas lembranças para o resto de sua vida.

Vanessa sentiu seu coraçãoresponder de imediato a provocação,mas seu bom senso a impediu d fazer tal loucura.

publicado por historiasdadudazanessa às 16:03
 O que é? |

Vanessa envolveu os proprios ombros na simulaçao de um abraço,e um sorriso se formou em seus labios delicados.

Como o destino era imprevisivel!imaginou.Ali estva ela Vanessa Hudgens,que apenas um mes atras tinha enfrentado a dura realidade do desemprego,agora contemplando a beleza e o encanto do Havaí.

-Acaricia do vento- murmorou recordando de um livro que acabara,cuja a trama tbm c passava nas terras havainas.

Seus olhos castanhos brilharam de admiração conforme ela c debruçou sobre a mureta da sacada,nem em seus sonhos tinha imaginado q pudesse haver um lugar tão lindo como aquele!

Vanessa deu um suspiro de prazer.Á suas costas podia ouvir a voz da nova chefe,tagarelando ao telefone,mas assim ousava acabar com magia do local.era tudo tão lindo q c perguntava c ñ tava sonhando.

Lentamente ela deixou de observar a paisagem e passou a apreciar as instalações luxuosas q avia sido oferecida.

O hotel La Morada era encantador,feito no pé de uma colina,cada uma das suitesse abria para uma maravilhosa sacada,onde tinha uma piscina privada e diversas plantas nativas.Vanessa tinha sido alojada em uma duplex dava vista para o mar,e entre seu quarta e a da chefe tinha uma ggrande piscina.O sorriso que ja brincava em seus labios cresceu ainda mais.Nunca imagira q um dia fsse ter a chance de desfrutarde tantas coisas boas,por pura sorte ou pelo destino....

De repente uma figura saia das sombras da noite,q começava a c firmar no céu estrelado,surgiu entre Vanessa e o peqno portao q conduziaa ao elevador.Atordoada olhou para o homem o homem alto e loiro que trazia algumas toalhas de banho nos braços musculosos,e depois voltou a olhar para Ashley,q parecia muito entertida no telefone.

Quase sem querer,ela o observou as pernas grossas e musculosas,os quadristbm q foi revelado pela bermuda jeans apertado q o rapaz usava.Seu coração passou a bater forte e isso poderia ser uma coisa : perigo...

--Quem é vc?-perguntou ,dando um passo para trás .

Os cabelos do suposto invasor era bem grandes q o normal,e sinuosos cabelos loiros caia sobre a testa.O seu rosto mostrava q estava a alaguns dias sem fazer a barba.Os olhos castanhos se instreitaram ainda mais ao terminar a inspeção.Alem do jeans bem apertado diga se de passagem ñ tinha mais nenhuma outra peça de roupa escodendoseu torax .Um tremor pecorreu o corpo d Vanessa .Opeito largo e musculoso do desconhecido estava a mostra deixando o quanto ele tava bronzeado pensou ela.Ao perceber o rumo de seus pensamentos ,Vanessa sentiu um enorme calor se formar em seus poros,e corou envergonhada como uma adolescente.

--Vc acabou de xegar,ñ é msm?-ele indagou,rompendo o silencio que os envolvia,e olhando para o terninho de linho branco q Vanessa usava.rla respondeu:

--Sim-Nofundo ñ sabia c podeira lhe dar tal inforrmação-mas e vc quem é?trabalha aqui?

O recem xegado movimentou a cabeça num gesto negativo.Mas seu olhar continuava naquela mulher na sua frente.

--Se ñ trabalha no hotel oque faz em meus aposentos?perguntava-se ela

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continua....talvez posto um novo capitulo amanha

publicado por historiasdadudazanessa às 05:47
 O que é? |

Zac Efron era apenas um cowboy. "para Vanessa Hudgens isto sinificava que ele não poderia ser o homem de sua vida. Agora que havia conseguido um emprego seguro e bastante lucrativo, não poderia se abandonar aos encantos de um aventureiro como Zac. No entanto, a brisa generosa e as águas cristalinas do mar do Havaí começavam a exercer um estranho efeito sobre o bom senso de Vanessa. Qu seria a masculinidade de Zac Efron que a deixava tão vulnerável e louca para se entregar à força daquela paixão!

 

 

 

 

 

 

publicado por historiasdadudazanessa às 03:40
 O que é? |

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Últ. comentários
Algum tempo que não vinha aqui e já sinto falta da...
Ainda não percebi muito bem, qual era a de Zac, ta...
Sempre pensei que tinhas deixado de postar, mas ai...
Muito bom, esta coisa que ainda não sei bem, mas á...
Não devia ter tantos problemas com o que ele faz, ...
Uau esse homem é mesmo misterioso, cada vez fico c...
Uau, isto cada vez está mais interessante, este Za...
Está muito, muito bom.Perfeito.Posta logo,logo....
Isto tudo é muito estranho, mas num bom sentido, t...
Bem esté Zac é uma pessoa bastante provocante, mas...
arquivos
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro