Tardes no Havaí

Terça-feira, 19 de Julho de 2011

Bom obrigada pelo comentario!E aqui vai mais um capitulo!bjo bjo

 

Capituloo 05  

 

Na manha seguinte, Vanessa acordou cedo e de bom humor.Afinal estava nas terras ensoloradas do romântico e caliente Havaí.Não era todo dia que tinha a oportunidade de começar um trabalho num local tão paradisíaco!

Ao caminhar pela sacada,os olhos castanhos,quase sem querer,se voltaram para o portão,onde  na noite anterior,surgira um homem loiro.E logicamente ficou desapontada por ele não esta ali,e também porque não havia nenhum indicio de que alguém houvesse invadido a privacidade da suíte 16.Será que tinha sonhado com a visita sedutora!?

Após ter observado muito Vanessa chegou a conclusão que não havia nenhuma trilha,ou caminho evidente por onde o estranho tivesse livre acesso ao La morada .Sem sombra de duvida ele deveria ter usado a entrada de hospedes, ou mesmo de serviços.Portanto,alguém do hotel deveria conhece-lo.

Levando a mão ao pulso ,lembrou que o misterioso visitantea tinha tocado com intimidade,e não pode conter o leve tremor que percorreu seu corpo.

--Vanessa,Vanessa.Não seja tão sonhadora e vulnerável!—murmurou para ela mesma.

 

Logo depois foi tomar um pequeno almoço e o som de uma portaque se abria chamou sua atenção,e,voltou a olhar para em direção ao quarto de Ashley .

--Bom dia Vane—comprimentou a Sr Tisdale –Dormiu bem?

--Sim,obrigada—respondeu apreciando o brilho que viu surgir no fundo dos olhos de sua chefe.

Ashley Tisdale deveria estar na casa dos ciquenta anos,mas por uma generosidade do tempo  continuava tão bela e sedutora quanto uma mulher de trinta.

--Sabe toda vez que chego a um lugar diferente demoro uma semana ate conseguir dormir bem—confidenciou a escritora –Accho que deve ser o travesseiro,os lençóis sei lá o que.Mas aqui é diferente.Sempre escolha essa cidade para iniciar uma nova obra.Me da sorte.

--Já se hospedou aqui antes?

--Sim diversas vezes—Ashley respondeu,sorridente—É um dos melhores hotéis da cidade.

--Defato este café da manha esta delicioso –Vane reconheceu—Quando acordei já haviam servido e por incrível que pareça ainda esta quentinho.

--Fui eu quem pedi para que fosse servido as 8—falou a escritora—Sempre gostei de tomar o desjejum aqui .É tão farto e natural!Bem diferente daquele monte de frituras e cereais que consumimos nos Estados Unidos,não concorda?

--Claro!

Vane assentiu,observando a chefe pelo canto dos olhos.

--VOU ate o centro da cidade resolver alguns problemas pendentes,agora pela manhã.Gostaria de ir comigo?—Perguntou a mulher de cabelos loiros.

--Se não for encomodo gostaria sim—Vane respondeu sorrindo.

--Claro que não é incomodo,meu bem.Alem de que,pelo que pude notar,você deve estar precisando comprar alguns shorts e roupas mais leves para o clima quente desta terra.

Vane assentiu.As roupas mais leves que trouxera aquelas que vestia    e,se em plena oito horas da manha já estava se sentindo derreter,imagine como não seria ao cair da tarde!

Assim que terminaram o café,Ashley alugou um dos jipes azul e branco do hotel e foram para o centro da cidade.Assim que chegaram ao seu destino,ela estacionou o carro numa praça e sorriu.

--Adoro o Havaí é um lugar explendido!—exclamou indicando que deveriam descer—Agora minha querida ficara por sua própria cnta que tenho que resolver um assunto importante.Mas a uma hora em ponto nos encontraremos para almoçar.Certo?

--Combinado.—Vane viu sua chefe desaparecer meio a multidão,e resolveu que deveria fazer o mesmo.Afinal as lojas estavam cheias e quanto mais demorasse maior seria o fluxo no comercio.

Tinha algumas economias que pretendia usar para comprar as roupas, porém era seu habito pesquisar bastante antes de comprar. Afinal não tinha intenção de gastar muito, e se encontrasse artigos em promoção seria ótimo. A vida havia lhe ensinado  que sempre se deve estar preparada para situações difíceis e imprevistas.

Olhando ao redor,Vanessa percebeu que ao lado da praça tinha um calçadão,onde parecia haver todo tipo de lojas e confecções .Iniciando sua caminhada,ela observou as pessoas .

Vanessa sorriu ao pensar na diferença que havia entre os havaianos comunicativos e os discretos e formais comerciantes de sua cidade natal,Los Angeles.

De repente,sentiu que, comparada aos demais estava excessivamente vestida.

--Assim que fazer compras vai se parecer com a multidão—soou uma voz a suas costas.

Vane se voltou e lá estava ele,seu visitante misterioso da noite anterior.As faces loiras e angulosas agora estava livre da barba,e a pele parecia lisa e macia como a de um bebê.

Vanessa o encarou por um momento que parecia uma eternidade,e indo contra todos os seus princípios ,se perguntou como se sentiria se a boca máscula se apossase da sua.

Um largo sorriso brotou nos lábios do misterioso texano,e ela corou ao pressentir que seus pensamentos haviam sido traídos pela expressão de seu semblante.

--Tambem gosto de olhar para você—ele murmurou a deixando sem graça.

Mas eu não disse nada!—exclamou incrédula.

--Não precisa dizer,seus incríveis olhos castanhos parecem vasculhar cada ponto de meu corpo.

 

 

Continua...

publicado por historiasdadudazanessa às 23:41
 O que é? |

De Margarida Oliveira a 20 de Julho de 2011 às 22:41
Uau esse homem é mesmo misterioso, cada vez fico com mais curiosidade.
O Capítulo está um máximo.


mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

18
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Últ. comentários
Algum tempo que não vinha aqui e já sinto falta da...
Ainda não percebi muito bem, qual era a de Zac, ta...
Sempre pensei que tinhas deixado de postar, mas ai...
Muito bom, esta coisa que ainda não sei bem, mas á...
Não devia ter tantos problemas com o que ele faz, ...
Uau esse homem é mesmo misterioso, cada vez fico c...
Uau, isto cada vez está mais interessante, este Za...
Está muito, muito bom.Perfeito.Posta logo,logo....
Isto tudo é muito estranho, mas num bom sentido, t...
Bem esté Zac é uma pessoa bastante provocante, mas...
arquivos

blogs SAPO


Universidade de Aveiro